Papo Fitness: Como manter o bumbum empinado sem academia

Por: | 12:00 1 comentário

Inverno está chegando com tudo e é hora de se preparar com toda força para o verãozão, paixão nacional da mulherada, alias, isso se tiver com o corpinho tudo em cima. Caso contrário, é motivo de ficar com vergonha na hora de colocar o biquini. 

Muitas mulheres não gostam da rotina mega massante da musculação, o mesmo exercicio repetidas vezes, aquela coisa monótoma e nada de dinamismo. Separei algumas outras opções que irão trabalhar o corpo, principalmente o bumbum e deixa-lo empinadinho fugindo da academia clássica.



Patinação

Patinar exige coordenação motora, equilíbrio e força muscular dos membros inferiores. Cada impulso trabalha as pernas, o abdômen e os glúteos. Para que o treino seja eficaz, ele deve ser realizado duas vezes por semana durante 45 minutos. 



Pilates

Uma opção não tão barata, mas bastante eficiente para quem irá investir nesta modalidade. Ajuda a tonificar a musculatura de coxas e glúteos. As séries incluem bolas e aparelhos, o que deixa o treino mais leve e dinâmico e pode ser feito por pessoas de todas as idades – sendo uma ótima alternativa para quem tem mais idade ou alguma limitação física (como dores no joelho e nas costas)



Balé

Até mesmo os exercícios mais básicos da dança trabalham os glúteos, pois, para manter o equilíbrio e a postura ereta, a bailarina precisa deixar o bumbum sempre contraído. O melhor de tudo é que esses movimentos fazem parte de uma coreografia, e o esforço investido nem sempre é percebido



Escalada

Ela trabalha diversos grupos musculares, inclusive os glúteos. É preciso realizar movimentos de agachamento, de subida e de descida, a partir do princípio básico de suportar o próprio peso. O raciocínio e a vontade de superar limites são um trabalho mental que suaviza o esforço físico



Inclinação ou escada

Quando damos um passo e estendemos a perna de trás, naturalmente contraímos os glúteos. A inclinação acelera os resultados – procure fazer caminhada ou corrida subindo uma ladeira, por exemplo. O mesmo vale para o ato de subir e descer de escadas - pense duas vezes antes de pegar o elevador. Opção simples, barata e eficiente. 



Outras danças

Danças folclóricas, como frevo, e até a zumba, que está em alta nas academias, trabalham bastante a região dos glúteos. Algumas danças ainda alternam momentos de pouco movimento com outros de explosão muscular, o que demanda bastante esforço dos membros inferiores e dos músculos dos glúteos



Outros esportes

Como o princípio dos exercícios para o bumbum é baseado no agachamento e em saltos, esportes com tais características - como vôlei, basquete e handball - podem ser uma boa alternativa para quem não quer fazer musculação. O surfe e o stand up paddle também exigem dos músculos do glúteo e pernas para subir na prancha e manter o equilíbrio nela.


Se você preferir, intercale todas estas sugestões e você nunca ficará cansada de fazer sempre a mesma coisa. O que vale é se sentir bem, a vontade e de bem com a vida. Pense bem, chega de sedentarismo.

Um comentário: Deixe o seu comentário

  1. Boa tarde
    Maravilha.... Haja vontade e possibilidades para isto tudo. Quem em dera ser assim, elegante. Gostei de ler e ver.

    Beijo e uma optima semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir